Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
joão pais filipe + pedro melo alves

joão pais filipe + pedro melo alves

Música & Festivais | Música

GNRATION

BLACKBOX
Classificação Etária
Maiores de 6 anos
2021
jun
02
Realizado

Abertura Portas

20:45

Promotor

Teatro Circo de Braga, EM, SA

Sinopse

O entusiasmo de ver em palco um músico que sabemos que é detentor de um percurso em ascensão só é sobreposto quando temos essa sensação a dobrar. É o que acontecerá na estreia ao vivo deste encontro entre dois dos mais fulgurosos bateristas e percussionistas da atualidade portuguesa, que para além de terem em comum um posicionamento próprio na música improvisada portuguesa são figuras centrais da cena portuense. O encontro antecipará um disco de estreia a ser editado ainda este ano.
Figura incontornável da música de improviso e da experimentação em Portugal, João Pais Filipe é baterista, percussionista e construtor de gongos e pratos, cuja intensa atividade tem estado intimamente ligada a projetos como HHY & The Macumbas ou Paisel, expandindo-se geograficamente numa rede de colaborações com artistas como Valentina Magaletti (no duo CZN), ZEV, Rafael Toral (integrando o seu Space Quartet, que apresenta novo disco no programa deste trimestre) ou o mago da eletrónica Burnt Friedman, encontro que em 2020 pisou o palco do gnration.
Aos 30 anos, Pedro Melo Alves é já um dos mais promissores nomes do jazz nacional. Na última edição do ciclo Julho é de Jazz, a convite do gnration, encontrava-se em palco com o pianista João Paulo Esteves da Silva, figura inabalável da música jazz em Portugal. Distinguido com o Prémio de Composição Musical Bernardo Sassetti em 2016 e músico do ano de 2017 para a revista jazz.pt, o baterista e percussionista estabelece a sua atividade entre a música contemporânea e as correntes experimentais mais alternativas. Integra e lidera os projetos jazz Omniae Ensemble, The Rite of Trio e In Igma, mas também projetos eletroacústicos como o seu solo O, o trio Symph e o duo CACO.MEAL, este último resultante do programa de apoio à criação artística do gnration, Laboratórios de Verão.
Em palco, João Pais Filipe e Pedro Melo Alves propõem uma exploração complexa da percussão, tanto como uma abstração de timbres e ressonâncias como um diálogo rítmico contemporâneo. Ao centro de ambos, um set híbrido de peles, pratos e gongos. No público, entusiamo a dobrar para um ritmo a quatro mãos.

Ficha Artística

joão pais filipe percussão
pedro melo alves percussão

-
Partilhar

Serviços Adicionais